Instagram libera plataforma para criação de filtros

Que tal ter seu próprio filtro para usar nos Stories do Instagram? Agora isso é totalmente possível! A plataforma Spark AR, do Facebook, foi liberada ontem, 13/08, para qualquer pessoa criar seus próprios efeitos personalizados.

Antes de liberar a plataforma para a comunidade, o Instagram realizou testes com, artistas, designers e desenvolvedores selecionados. Gratuito, o Spark AR é mais uma importante ferramenta para marcas brasileiras se conectarem com seu público assim como grandes contas e personalidades como Kylie Jenner, Ariana Grande, Rihanna e Gucci já vinham fazendo com seus filtros customizados.

Tem mais uma novidade: o Instagram anunciou uma nova ferramenta chamada “Galeria de Efeitos”, que permitirá encontrar com mais facilidade os filtros para aplicar na publicações. Segundo a empresa, quando o usuário for procurar pelos efeitos de câmera do Instagram, vai encontrar um item chamado “Ver Efeitos” ao fim da bandeja de filtros, onde será possível descobrir novidades.

Facebook anuncia novo design e funcionalidades

Na conferência F8 que aconteceu na última terça-feira (30/04), Mark Zuckerberg anunciou mudanças significativas pelas quais passarão o Facebook. A rede social passará por um redesign, terá mudanças de layout e vai impulsionar as interações “privadas”, tirando o foco das notícias que rendeu muitos problemas para Zuckeberg nos últimos tempos.

Novo design e layout

O Facebook vai abandonar a barrinha azul colocando em seu lugar um modelo mais clean, na cor branca, se assemelhando muito a outros apps da empresa como o Messenger e o Instagram. Os Stories e os vídeos também ganharão destaque. O layout de três colunas continua, mas com conteúdo maior e mais legível. Quem não gostar da versão branca do Facebook terá a opção de um modo escuro.

Os grupos também terão maior destaque no novo Facebook, no menu esquerdo, e será possível postar direto da página inicial, assim como postamos uma atualização de status. Eles também vão ganhar novas funcionalidades conforme a categoria dos grupos. Por exemplo, um gripo de suporte a saúde ou grupos de jogos terão recursos como perguntas anônimas e conversas protegidas. Os usuários verão mais conteúdo de grupos no Feed e receberão mais recomendações para participar de outros grupos que sejam considerados relevantes para seus interesses. A proposta de Zuckerberg é fazer com que o Facebook seja uma rede que conecta pessoas a outras que possuem interesses parecidos (seria o renascimento do Orkut?).

Friends & Dating
O Facebook também vai sugerir novos amigos com base nos interesses dos usuários, grupos ou localizações compartilhadas.

Para quem estiver em busca de algo além de uma simples amizade, terá o Facebook Dating, um concorrente do Tinder. A novidade terá a função “Crush Secreto”, que tem o objetivo de facilitar a conexão entre os usuários que têm interesse mútuo. O usuário poderá marcar até 9 pessoas de sua lista de amigos como “Crush” e caso alguma das pessoas que você marcou também tenha te marcado como crush, o app vai alertar ambos sobre as marcações, dando aquele empurrãozinho para que os dois criem coragem e chamem o outro para sair.

Compras e eventos
O Marktplace do Facebook também receberá novas funções. Com as mudanças o aplicativo vai permitir que os usuários efetuem pagamentos e façam o rastreamento do envio das encomendas direto pelo Marketplace, sem a necessidade de usar outros aplicativos (o Instagram também está testando essa funcionalidade, saiba mais aqui).

O app Facebook Local também receberá melhorias. Ele deve se unir a aba de eventos e passará a indicar lugares para ir naquele momento e mostrará todos os eventos da região nos quais seus amigos têm interesse em comparecer.

Quando as mudanças começam?

Segundo Mark Zuckerberg as mudanças começariam a partir do dia 30/04 a princípio para os app do Facebook em dispositivos móveis. É possível que até o fim de semana todos os aparelhos já tenham acesso à nova versão da rede social. Já a versão desktop ainda levará alguns meses para ser disponibilizada.

Instagram sem likes?

Instagram sem likes? Verdade ou fake news?

A notícia de que o Instagram deixaria de exibir o número de likes nas postagens tem causado apreensão entre os usuários e profissionais que trabalham com esse rede social.

Instagram sem likes

Será que os likes do Instagram vão acabar?

A informação foi divulgada por Jane Manchun Wong (@wongmjane), que é especializada em engenharia reversa de apps. Segundo ela, o Instagram estaria testando esconder os likes da audiência para que os seguidores foquem no conteúdo compartilhado e não no número de curtidas do post. Portanto, o número de likes seria visível apenas para o autor da publicação.

Se por um lado a ideia de esconder os likes e fazer com que os usuários também prestem atenção em posts que não tenham um grande número de curtidas seja boa, por outro lado, tal mudança, se acontecer, pode complicar a vida de influenciadores digitais. Afinal, as empresas e agências que investem no marketing de influência não teriam como analisar de fato a popularidade dos perfis.

Em uma matéria publicado pelo UOL Tecnologia, o Instagram apenas enviou a seguinte mensagem: “Não estamos testando este recurso no momento, mas estamos sempre pensando em como melhorar a forma como as pessoas interagem no Instagram”.

Agora, o que nos resta é aguardar para ver se essa mudança polêmica será implementada ou não.

3 dicas para alavancar as vendas da sua loja com o Instagram

O Instagram é uma das melhores ferramentas de vendas para lojas físicas e e-commerces de roupas, calçados e acessórios. Com mais de 1 bilhão de usuários ativos em todo o mundo, sendo que mais de 50 milhões são brasileiros, a rede social de fotos e vídeos é um dos melhores canais para promover sua marca e gerar vendas! Porém, não basta unica e exclusivamente postar fotos para atrair, engajar, vender e transformar sua loja na queridinha entre os usuários. Para tornar seu perfil mais atraente, confira abaixo 3 dicas importantes que vão ajudar a conquistar mais seguidores e a alavancar as vendas da sua loja com o Instagram.

Fotos bem feitas

O Instagram é uma rede social de imagens, por isso, é fundamental postar fotos bem feitas em seu perfil. São elas que vão chamar a atenção do usuário para sua marca e, de quebra, valorizar o seu produto. Capriche no enquadramento e utilize aplicativos de edição. Tente definir um estilo, criando uma identidade visual e organize o feed de fotos. Investir em um fotógrafo também é uma boa saída. Afinal, o apelo visual é imprescindível e faz toda a diferença!

Conteúdo
A qualidade dos textos ou legendas publicadas no Instagram são tão importantes quanto as imagens. As imagens atraem, mas são os textos que vão gerar comentários e o tão desejado engajamento dos usuários que vai colaborar para que seu post apareça na parte superior do feed. Claro que uma boa foto pode gerar comentários, mas um conteúdo com informações interessantes e bem escrito pode melhorar ainda mais o engajamento.

Conte histórias, informe, descubra o que seu cliente quer saber, seja relevante para seu público consumidor. Isso reforça que você entende do que está falando e pode te transformar em autoridade (referência) na sua área. Fale sobre moda, tendências, lançamentos, novidades relacionados à sua marca, seu produto e seu setor. Abrace causas, crie empatia, seja humano!

Vídeos
Demonstre seus produtos em vídeos rápidos, de até 60 segundos (tempo limite permitido no feed do Instagram). Utilize o Story para mostrar o dia a dia da sua loja ou da sua marca, apresente novidades e converse com seu público.

O Instagram é uma rede social e não uma central de propaganda, por isso, não saia postando o quanto sua marca é legal e interessante. Demonstre as qualidades da sua marca e produtos através do compartilhamento de informações. Clientes que consomem conteúdo tendem a confiar mais na empresa e no produto e, além de consumidores, podem se tornar propagadores da marca.

Instagram testa função para comprar e pagar dentro do app

Já faz algum tempo que o Instagram disponibiliza a colocação de preço em produtos e leva o usuário interessado em comprar direto para o site ou e-commerce da marca. Agora está em fase de testes uma nova ferramenta, que recebeu o nome de Checkout, que permite realizar compras sem precisar sair do aplicativo.

Por enquanto a função está disponível apenas para usuários dos Estados Unidos com 20 marcas que participam de um grupo Beta fechado, entre elas Zara, Kylie Cosmetics, Adidas e Warby Parker. Através do Instagram Checkout é possível conferir opções de tamanho, cor, frete, forma de pagamento e notificações sobre a entrega do produto.

Por enquanto não há previsão de chegada da nova função de compras ao Brasil e nem de quando o recurso estará disponível para todos os usuários. Mas uma coisa é certa, o novo sistema transforma o Instagram em um e-commerce completo!

Segundo informações de um porta-voz do Instagram ao site TechCrunch, “deverá ser cobrada uma taxa de venda para ajudar a financiar programas e produtos que ajudem a tornar possível o pagamento, bem como compensar despesas relacionas à transação”. O valor da taxa de venda não foi revelado, mas o porta-voz garantiu que o preço dos produtos não mudará para o consumidor, o que indica que o Instagram quer que as marcas paguem a taxa em troca de taxas de conversão mais altas, em vez de forçar os usuários a pagar uma taxa de conveniência para comprar pelo app.

Para quem está curioso e quer ver como a nova ferramenta de compras funciona, segue o IG das marcas que estão testando o Instagram Checkout:

Até o momento, as seguintes lojas oferecem compras direto no Instagram, nos Estados Unidos:

 

Adidas: @adidaswomen

Anastasia Beverly Hills: @anastasiabeverlyhills

Balmain: @balmain

Burberry: @burberry

ColourPop: @colourpopcosmetics

Dior: @dior

H&M: @hm

Huda Beauty: @hudabeautyshop

KKW: @kkwbeauty

Kylie Cosmetics: @kyliecosmetics

MAC Cosmetics: @maccosmetics

Michael Kors: @michaelkors

NARS: @narsissist

Nike: @niketraining & @nikewomen

NYX Cosmetics: @nyxcosmetics

Oscar de la Renta: @oscardelarenta

Ouai Hair: @theouai

Outdoor Voices: @outdoorvoices

Prada: @prada

Revolve: @revolve

Uniqlo: @uniqlo

Warby Parker: @warbyparker

Zara: @zara

A humanização das marcas

Desde que os consumidores passaram a se comunicar de igual para igual com as marcas através do universo digital, escolhendo o que deseja ou não ver e sendo impactado por milhares de opiniões sobre produtos e serviços, a forma de comunicação passou por uma grande transformação. Quem ainda se prende as relações estritamente de compra e venda está ficando para trás. Já quem aposta em um relacionamento mais próximo, abraçando causas, proporcionando experiências afetivas e construindo relações pessoais com seu público, provavelmente tem visto as taxas de conversão e de fidelização de clientes aumentarem.

Essa construção de relacionamento entre marcas e consumidores, chamada de Humanização das Marcas ou Brand Persona, já não é mais uma tendência, é um caminho sem volta.

Para obter bons resultados de vendas e, principalmente, se tornar relevante e construir uma boa reputação, é preciso ir além. É preciso mostrar que a empresa não é apenas um negócio, mas que tem personalidade, estilo, opiniões, vontades, valores, expectativas e sentimentos. É preciso mostrar para o consumidor que a empresa comercializa produtos ou serviços que atendem demandas humanas e não apenas competitivas.

Como humanizar uma marca?

A importância da humanização das marcas

A importância da humanização das marcas

O processo de humanização da marca não acontece da noite para o dia. É preciso se conectar com o público, falar a mesma língua, ter posicionamentos relevantes sobre assuntos que são importantes para eles. Ser honesto, autêntico, valorizar seus colaboradores e, principalmente, mostrar que o discurso adotado é verdadeiro e que a marca é feita por pessoas de verdade e não por robôs. Criar empatia é fundamental para gerar interações, ganhar credibilidade e se tornar relevante para os consumidores.

Como construir uma relação sólida com os consumidores?

Estar presente nas redes sociais é fundamental, assim como, contar boas histórias. Não basta apenas falar que sua marca é interessante, que seu produto ou serviço é incrível. É necessário inspirar, envolver, acolher, emocionar e praticar o discurso adotado em ações cotidianas.

Tudo isso é possível mostrar através da produção de conteúdo personalizado para cada marca e cada meio de comunicação. Como já foi dito acima, é preciso falar a mesma língua do público e também acertar na linguagem de cada rede social. É fundamental ter um conteúdo alinhado com a identidade da marca e perfil do consumidor. Sem isso, sua empresa fica falando sozinha.

Estabelecer uma comunicação natural com seu público-alvo é uma das melhores formas de gerar identificação, melhorar o relacionamento da marca com os consumidores, fidelizar clientes e engajar pessoas, criando aliados da marca que compartilham e apoiam o conteúdo produzido de maneira espontânea.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Quer transformar o relacionamento da sua marca com seus clientes?

Fale com a gente!

Estamos prontos para te ajudar a contar boas histórias do melhor jeito!